Direção que nos pauta.

Diante dessa pandemia e da inquietude mundial que muito nos aflige, devemos, acima de tudo, usar a razão, o equilíbrio e a fé e constatar a presença de Deus em todos os caminhos da nossa vida e em tudo o que Ele nos tem oferecido por meio de Sua criação, sem nos olvidarmos de que, na Sua infinita sabedoria, dotou o homem de inteligência e capacidade para, embasado no estudo, na pesquisa e provido de abnegação, encontrar soluções aos diversos problemas da Humanidade.

Foi com esse entendimento que Kardec se afastou do misticismo da época e, dotado de inteligência, baseou-se em fatos racionais, certificando-se, de maneira rígida e disciplinar, de seu compromisso com a verdade e apartando qualquer tipo de opinião empírica ou divagações sem alicerces, apoiadas apenas no calor do momento, por circunstâncias passageiras. Todos sabemos o quanto Kardec pesquisava antes de divulgar qualquer pensamento seu ou dos Espíritos.

Tempos depois, a mediunidade de Francisco Cândido Xavier nos ajudou a compreender melhor esses ensinamentos, pois seu trabalho, orientado pela figura de seu benfeitor espiritual, Emmanuel, foi pautado por três conselhos: disciplina, disciplina e disciplina. Certamente, Emmanuel não se referia apenas à disciplina necessária na rotina de cada dia, mas à disciplina com os ensinamentos revelados por Kardec e, principalmente, com a conduta e os próprios exemplos do Cristo, Jesus.

Chico, fato também conhecido em sua biografia, foi vítima do imaginário popular, porém sempre trabalhou mantendo, na mesma direção, a unidade dos ensinamentos do Codificador, respeitando a Ciência sem divagações contraditórias, sem perturbações confusas e, além disso, enfatizando com humildade a capacidade de superação do ser humano. Chico Xavier rompeu, com caridade e respeito, as barreiras da superstição, sempre nos orientando que é com o esforço do próprio homem que nosso Pai e Criador nos oferece o milagre que tanto solicitamos em nossas preces.

Esta é a nossa compreensão dos ensinamentos de Jesus, de Kardec, de Chico e de seus mentores, pensamentos que nos norteiam nas publicações há mais de 50 anos, e sobretudo nos dias atuais.

Ciência, Filosofia e Religião são as bases do Espiritismo, o farol que deve alinhar nossos pensamentos e guiar nossas atitudes, em todos os momentos.

Que possamos todos ajudar uns aos outros com lucidez e boa vontade, em benefício do coletivo, em favor da humanidade.

Que Deus abençoe a todos nós.

 

IDE – Instituto de Difusão Espírita

Post Author: ideeditora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *